Performer de Elite GPS 2020

Mónica Pimentel

General Manager
Deeply Europe

Na minha intervenção no GPS 2020, vou falar-vos da Trilogia dos “M” – Mãe, Mulher e Manager. Sendo que como é fácil de perceber, os dois primeiros M’s – de Mãe e Mulher, não são à partida vantagens competitivas para uma carreira exigente como gestora num grande grupo económico.

Sendo o GPS um evento de liderança e mestria onde se discutem, através da partilha de experiências pessoais, técnicas vencedoras de melhoramento pessoal e de performance, partilharei, para além do meu percurso e a minha experiência pessoal, a minha visão de liderança, os principais desafios que fui enfrentando e as minhas estratégias para lidar com essas situações.

Sendo certo que a resposta a quaisquer desafios tem a ver com a forma como os encaramos, e por isso mesmo a resposta está sempre em nós.


Com uma licenciatura em gestão de empresas, profissão que escolhi desde cedo, iniciei a minha carreira profissional na Benneton, com um projeto de criação de uma nova unidade comercial de desporto em Portugal, no seguimento da compra de várias marcas como a Rollerblade, a Prince, a Killer loop entre outras. Para uma jovem recém licenciada, o desafio não era pequeno. Não só pela necessidade da angariação de pontos de venda muti-marca de desporto, que quisessem vender as nossas marcas, como também pelo desenvolvimento de estratégias personalizadas de merchandising no POS, de gamas adequadas e campanhas para potenciar resultados dos nossos parceiros, aumentando espaço de exposição e por isso gerar mais vendas.

A oportunidade de ingressar na Sonae surge em 1997, o que veio encaixar perfeitamente com a minha vontade na altura, de trabalhar num grande grupo empresarial, com muitas oportunidades de aprendizagem e progressão de carreira.

No grupo Sonae iniciei na Banca, com o projeto do Banco Universo, trabalhando desde o seu lançamento até este ser vendido ao BPI. EM 1998 mudei para o desafio das Telecomunicações, na Optimus, agora NOS, onde estive 10 anos, e fiz parte da equipa de lançamento. Nesta empresa tive uma enorme progressão de carreira, passando por muitos dos departamentos, numa altura em que a empresa era claramente challenger no mercado.

Nos últimos 11 anos trabalhei nas áreas de retalho do grupo, tendo já passado por diversas empresas, áreas e funções. Iniciei no Continente, no final de 2008, como Diretora de Marketing, Comunicação e responsabilidade Social Corporativa, depois passei pela Sport Zone, inicialmente como Diretora Comercial, acumulando depois com a Direção de Desenvolvimento de Lojas e a Direção de Desenvolvimento de Produto. com o design e sourcing de todas as marcas próprias da empresa. Mais tarde passei pela Salsa, empresa que a Sonae detém a 50%, como Chief Marketing, Product e Sourcing e mais recentemente foi-me confiado o grande desafio da Deeply com a ambição de uma forte internacionalização e aceleração do crescimento.

Com 22 anos de carreira na Sonae, a empresa tem-me conseguido reter, pela diversidade de projetos desafiadores que me foi oferecendo, e que me foram permitindo aprender e desenvolver de forma muito positiva e de acordo com as minhas ambições.

Neste percurso profissional preenchido, tive a felicidade de ser mãe e tenho hoje dois filhos com 18 e 21 anos, que são naturalmente o meu maior orgulho e fonte de inspiração! Divorciei-me em 2008 e casei segunda vez e sinto-me hoje uma mulher totalmente realizada, pessoal e profissionalmente. Não só pelo meu percurso até aqui, mas também, e talvez acima de tudo, pelos planos e sonhos para o futuro.

Em 2016 uma nova fase da minha vida teve início. Na busca contante pelo autoconhecimento e desenvolvimento pessoal, e sentindo a necessidade de abordar os negócios e em particular a liderança de uma forma diferente, adequada aos tempos de alta pressão e exigência em que vivemos, decidir ir estudar, algo de muito inovador.

Decidi estudar Psicologia Positiva e Mindfulness com os melhores do mundo nestas matérias, no IE em Madrid. Foi um processo altamente transformacional, que me mudou para melhor, e abriu todo um leque de oportunidades, alinhadas com um propósito pessoal forte, de ajudar outros, a título pessoal e naturalmente também em contexto profissional. Esta formação, aliada a uma certificação também recente, em Inteligência Emocional, tem me permitido o desenvolvimento das minhas equipas, mas também coaching individual e oportunidades de colaboração em projetos nas áreas de desenvolvimento humano em outras organizações.

As organizações de são feitas de pessoas e das relações interpessoais, e o seu desenvolvimento enquanto seres humanos mais felizes, capazes e resilientes é fundamental para o sucesso das empresas. Estas transformações dependem de lideranças corajosas, capazes e que buscam elas próprias uma melhoria constante e com clareza de propósito.


Garantir o meu lugar!